E neste mês o Projeto Mães no Canadá me desafia a pensar se eu criaria diferente os meus filhos no Brasil.

O tema vale uma boa reflexão, já que boa grande parte dos imigrantes com crianças, ou que desejam tê-las, buscam no Canadá exatamente isso: um ambiente mais saudável e tudo mais que possa refletir positivamente e facilitar a educação. 

Claro que no canadá também enfrentamos problemas, em escala menor, mas eles existem. Do bullyng às drogas, o cardápio é enorme. Mas isso são as pedras do caminho que um dia já enfrentamos.

O preço da mudança

No entanto, trocar de país tem seu preço e mazelas. Você precisa exercer o desapego e experimentar mudanças profundas, principalmente culturais. Muita gente não consegue viver longe da família, sente falta dos amigos e até da comida.

Conheço milhares que buscam o Brasil dentro do Canadá, o que pra mim é sinal de que aqui talvez não seja o lugar, principalmente porque a frustração está lá. Nem todo mundo está preparado para mudar de país, e isso também precisa ser respeitado. Somos seres diferentes, cada qual com suas necessidades. O que é bom pra mim, talvez não seja pra você. Não existe receita de bolo precisa, então faça o seu melhor sem culpa. 

Educando com amor

E assim é a criação que cada um oferece. Você precisa achar a sua linha pedagógica e seguir em frente com dedicação e paciência. 

Não acredito que eu criaria meus filhos de forma diferente no Brasil, no entanto, acho que esta missão seria mais difícil por lá. Separei dois pontos, que no meu caso, implicam diretamente na criação que proporciono aqui em relação ao que “talvez” estivesse fazendo. Tirem as suas conclusões. O importante é colocar na balança e ver o que pesa mais para você que está pensando em imigrar com filhos. 

Tempo

Essa é uma questão que incomoda. Ninguém mais tem tempo nessa vida. Pulamos da era em que as pessoas se reuniam na sala para bater-papo direto para os dias de comunicação virtual. E agora, na era pós COVID temos um “novo normal”que vem se estabelecendo. Mas a questão é que para educar você precisa tempo, e mais que isso, precisa estar presente. Fiz um post sobre trabalho e maternidade há algum tempo que explica bem como a banda toca.

O certo é que no Canadá tenho mais tempo para dedicar aos meus filhos que teria no Brasil. Consigo trabalhar de casa e enfrento poucas situações que atrapalhem a nossa rotina. Afinal de contas, o ritmo é outro. Mesmo que você trabalhe full time, o sistema entende que você não precisa fazer hora extra, muito menos levar trabalho para casa. Aqui a sua família é prioridade e ponto.

Segurança

De fato, o Canadá é um dos países mais seguros do mundo, todo mundo já sabe. A violência urbana é baixíssima e a polícia confiável e honesta. Isso faz diferença?
Pra mim 200%.  Aqui consigo criar meus filhos com mais liberdade num ambiente incomparável. Vejo em mim os traumas de quem cresceu numa cidade grande, onde tudo merecia cuidado redobrado.

Não é raro você encontrar famílias caminhando, pai e mãe lá na frente e as crianças seguindo com passos pequenos e acelerados. Eu sempre me pergunto:  “Será que um filho não vai ficar pra trás sem eles perceberem? “E se alguém puxar a mochila de uma das crianças e fugir?”.  Não, aqui ninguém vai roubar seu filho, muito menos arrancar a mochila. Mas até cair a ficha leva um tempo.

Valeu? Muito!

Não sou psicóloga, nem tenho qualquer formação na área de educação infantil ou juvenil. Mas acredito fortemente que o ambiente transforma e pode sim influenciar em números fatores. Existe uma certa “inocência” que ainda hoje me surpreende, já que as crianças crescem, mas o coração continua sem entender porque no Brasil a casa da mamãe tinha grade, alarme e segurança 24horas.


Gabriela (Toronto, ON) | Gaby no Canadá
Amanda (Richmond, BC) | Viva Canada
Beatriz (Vancouver, BC) | Biba Cria
Carol (Ottawa, ON) | Fala Maluca
Carol (Mississauga, ON) | Minha Neve e Cia
Danielle (Toronto, ON) | Vidal no Norte
Livi (Toronto, ON) | Baianos no Pólo Norte
Mari (Calgary, AB) | De Bem Com a Vida
Musa (Toronto, ON) | Mamãe Musa
Nayara (East Gwillimbury, ON) | My Family no Canada

2 thoughts on “Mães no Canadá: será que eu criaria meus filhos diferente no Brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *