Filhos bem adaptados no Canadá: uma dica imperdível

E neste mês de setembro, fim de verão, início das aulas em tempos de pandemia, o projeto Mães do Canadá me pede uma dica especial para todas as famílias que estão de malas prontas para iniciar a vida em terra estrangeira. Confesso que não foi difícil, quem me segue faz tempo já sabe quais são as questões que mais reitero sobre filhos bem adaptados e felizes. Então vamos, lá. 

Neste blog vocês encontrarão muitos posts compartilhando experiências, dicas e explicando em detalhes o que vem pela frente. E mesmo assim haverão surpresas, apertos e muitas emoções. O fato é que nunca estaremos preparadas para tudo, pois sair da zona de conforto tem seu preço, ainda mais com crianças à bordo.

Coração

Quando você vem para o Canadá com filhos, independente da idade, o coraçãozinho aperta em diversos níveis. São tantas as dúvidas, medos e, de fato, você tenta puxarFilhos protegidos no canada toda pressão para si, afinal de contas, não quer se sentir culpada em transferir o peso da sua escolha para um ser dependente e que você ama.

Eu passei exatamente por isso. E além da vida nova a enfrentar em terras canadenses, vem a distância da família, a mudança cultural e a necessidade de se reintegrar em um novo núcleo. É dose pra leão, embora não pareça.

O meu conselho

Eu sempre repito o ditado de que “tudo que sei, é que nada sei”. Mas o melhor conselho que posso dar vocês, é para que acreditem no potencial dos seus filhos. Não acobertem eles com os SEUS medos e a SUAS angústias. Crianças são muito mais adaptáveis e surpreendentes que nós. O HD vazio é um espetáculo a parte. 

É uma questão que vejo acontecer demais por aqui. Enquanto no Brasil colocamos os filhos embaixo da asa por causa da violência, entre outras razões, no Canadá não é incomum encontrarmos famílias com muito medo de expô-los por causa do idioma, dos costumes e até do clima. Não subestime a capacidade deles de dar um nó bonito na sua estratégia.

Tive uma amiga que estava fazendo uma tempestade com a escola francófona. Em dois meses a sua filha de cinco anos já estava misturando o português com o Francês e em seis meses a fluência completa batia na porta. 

A mesma coisa ocorre com a necessidade de manter as crianças em guetos brazucas. Conservar a língua é essencial, mas lembre que crescendo aqui seus filhos terão mais referências canadenses que brasileiras. Então é muito importante que eles se sintam à vontade para transitar entre as duas comunidades. Ter amigos canadenses também é essencial. Tenha isso em mente. 

Pipa solta 

Vejo meus filhos se desenrolando muito bem entre crianças de vários lugares do mundo. Quando espero o pior, lá vem eles com uma novidade boa, um coelho na cartola.Crianças no Canadá Neste 2020, o retorno escolar não foi fácil. O primeiro dia de ônibus escolar foi um sufoco, engoli seco até a hora de ver o grandão amarelo entrar na minha rua e eles descerem felizes, sozinhos, independentes e mascarados. Sim, não esqueceram de colocar a máscara, higienizar as mãos e manter o distanciamento. E eu esperando o pior, me envergonhei. 

Pois bem, confiem no potencial dos seus filhos. Acreditem na educação que vocês deram. Reconheçam suas conquistas e talentos e não tenham medo. Ao contrário de nós, se a coisa apertar eles gritam, choram e seguem andando.

Aprendi que o importante é manter a pipa solta e ir nivelando conforme o vento canadense para que se desenvolvam firmes, confiantes e bilíngues (ou até trilingues).  Voilá. 

Para saber como eu ajusto a minha rotina diária com a maternidade, é só me seguir pelo Instagram clicando aqui.
Confira também os textos das outras participantes do projeto:
Logo Projeto Mae no Canada 300x271 - Mães no Canadá com emoção: viajando com crianças
Gabriela (Toronto, ON) | Gaby no Canadá
Beatriz (Vancouver, BC) | Biba Cria
Carol (Mississauga, ON) | Minha Neve e Cia
Danielle (Toronto, ON) | Vidal no Norte
Livi (Toronto, ON) | Baianos no Pólo Norte
Mari (Calgary, AB) | De Bem Com a Vida
Musa (Toronto, ON) | Mamãe Musa
Nayara (East Gwillimbury, ON) | My Family no Canada

1 thought on “Filhos bem adaptados no Canadá: uma dica imperdível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *