Pontes, batatas e fatos curiosos sobre a província de New Brunswick

Pontes e batatasPontes e caminhos: Quando imigrei para o Canadá meu objetivo inicial era me estabelece, de fato, na província de Quebec, mais precisamente em Montreal. Mas como é o universo que manda, tive uma rápida passagem por Ontário e acabei fixando raízes bem longe de onde imaginava.

Já ouvi muitas histórias e a cada dia aprendo um pouco mais sobre essa  região. Enfim, é o bate papo com o vizinho, a dica de turismo de um amigo e assim você vai conhecendo uma província cheia de coisas interessantes. 

A maior cachoeira de New Brunswick fica na cidade de Grand Falls

A queda tem 70 metros de altura (230 pés) em um desfiladeiro de 1,5 km de comprimento. Durante a primavera, seis milhões de litros de água, 90% do volume de Niagara Falls, flui nas quedas a cada poucos segundos. Veja mais

A empresa de fabricação de balas e chocolates mais antiga do Canadá está na cidade de St Stephen

A Ganong’s foi criada em 1873 pelos irmãos James and Gilbert Ganong e foi a primeira empresa a comercializar o chocolate em barra, no ano de 1910. Veja mais. 

 A primeira cidade do Canadá foi Woodstock

Woodstock foi fundada há 156 anos e serviu de base das primeiras famílias que colonizaram a província de NB. A cidade está situada a 100 quilômetros da capital, Fredericton, e a somente 25km da fronteira dos Estados Unidos, no Maine. Clique para saber mais 

A antiga casa de verão do ex-presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, fica em Campobello Island

O chalé com 34 quartos foi construído em 1897 e fica dentro do Campobello Roosevelt International Park. Está aberta para visitação gratuita e conserva grande parte da mobília original. Clique aqui para saber mais

Em New Brunswick existem mais de sessenta pontes cobertas e 16 estão na cidade de Sussex

E qual a razão? O motivo é simples, afinal, a estrutura protegida não apodrece tão rápido. De fato, a pontes cobertas são encontradas em todos os países bem-arborizados. Os construtores de pontes de madeira tiveram que encontrar uma maneira de lidar com os fatores extremos do clima, especialmente a chuva e a neve. 

Uma ponte de madeira deixada descoberta duraria apenas cerca de 10 anos, enquanto uma ponte de madeira coberta poderia durar 80 anos ou mais. Clique aqui para conferir o mapa de todas pontos cobertas de NB

As pontes cobertas também eram conhecidas como “kissing bridges” ou “pontes do beijo”. Além disso, reza a lenda que os jovens daquela época treinavam seus cavalos para parar no meio do caminho da ponte e esperar enquanto o casal compartilhava dois beijos e depois seguia para o outro lado da ponte.  

Ainda sobre pontes, a maior ponte coberta do mundo fica na cidade de Hartland 

A ponte tem 390 metros de comprimento e foi construída em 1901. Em 1906 era uma ponte de pedágio e cobrava 0,03 centavos por pessoa. Foi coberta posteriormente, no ano de 1921, sob então forte manifestação de uma oposição preocupada que uma ponte “coberta” na região destruiria a moral dos jovens.

A saber, até hoje muitos casais vão até lá  para compartilhar um beijo e serem abençoados pela energia da velha ponte ❤ 

 A cidade de  Florenceville-Bristol é a capital mundial da batata frita 

A brincadeira se dá porque a cidade é a sede da McCain Foods, multinacional do setor alimentício que hoje é a maior fabricante mundial de produtos congelados de batata. A empresa surgiu há 60 anos com os irmãos McCain, nascidos e criados na região.

Lá você também encontra o Potato World ( Mundo da batata), um museu com tudo que você pode imaginar sobre batatas. Vale o passeio. Clique aqui e saiba mais. 

O Kingsbrae Garden’s, em St. Andrews’s, faz parte da lista dos 10 jardins públicos de maior destaque no Canadá

É um passeio imperdível. Já  estive lá em 2017 e quero ir novamente. O jardim foi criado em 1998 e comporta 27 acres com mais de 2500 espécies de diversas partes do mundo.  Veja aqui

 Existem 14 vinícolas em New Brunswick

A indústria do vinícola de New Brunswick é reconhecida nacionalmente e vem crescendo a cada ano que passa. São 17 produtores registrados, mas apenas 14 produzem vinhos ou sucos de uva para comercialização. Confira aqui.   o mapa e programe o seu passeio.

A Baía de Fundy tem as marés mais altas do mundo

A Baía de Fundy está situada entre o extremo nordeste do Golfo do Maine (EUA) passando por New Brunswick e Nova Scotia. Neste local ocorre a maior amplitude das marés do mundo, com uma média de 14,5 metros e algumas vezes alcançando até 17 metros de altura.

Uma grande atração do local, além de observar o movimento das marés, é claro, são as formações rochosas, as chamadas rochas Hopewell. Com altura entre 40 e 70 metros, elas são o resultado da erosão das marés gigantescas.

A mais antiga universidade de língua inglesa do Canadá está aqui

pontes e cidades de New brunswick
Fonte:UNB

A University of New Brunswick (UNB) foi fundada pelos Loyalistas, em 1785, como Academia Liberal de Artes e Ciências. Entretanto, já no ano de 1800, tornou-se College of New Brunswick. Se tornou King’s College em 1827, quando então passou para o controle da Igreja da Inglaterra.

Então, em 1859, se transformou em University of New Brunswick. Os primeiros campos estão localizados em Fredericton e Saint John.

Em 1866, Mary Kingsley Tibbits tornou-se a primeira estudante regularmente admitida da UNB. Além disso, o edifício universitário mais antigo do país “ainda em uso” é o prédio de Artes Antigas, localizado no Campus Fredericton. 

 

 Atholville e o tubarão mais antigo do mundo

Com mais de 409 milhões de anos, o fóssil de tubarão mais antigo e intacto do mundo foi descoberto em Atholville. O doliodus problemticus tem 23 centímetros de comprimento do focinho para o tronco superior e inclui uma bateria de dentes semelhantes a tesoura preservados no maxilar superior e no inferior.

Tubarão em New Brunswick

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ilha de Saint Croix teve o primeiro assentamento  francês da America do Norte 

Foi em junho de 1604, que o senhor francês, Pierre Dugua, Sieur de Mons, estabeleceu o assentamento conhecido conhecido, de fato, como a primeira “capital da Acadie”.

Este acordo foi a primeira tentativa dos franceses na colonização durante todo o ano no território em que chamaram La Cadie ou l’Acadie. A experiência dos franceses na ilha de Saint Croix foi, de fato, uma escola sobre a adaptação ao meio ambiente e a interação com os aborígenes. 

Em 1958, o Conselho do Local e Monumentos Históricos do Canadá reconheceu a ilha de Saint Croix pelo seu significado histórico nacional para o Canadá. Em 1984, o Congresso dos Estados Unidos designou a Ilha de Saint Croix um local histórico internacional sobretudo pelo seu significado histórico da ilha para os Estados Unidos e Canadá.

O majestoso rio Saint Croix faz parte do Sistema dos rios do patrimônio canadense e as correntes da história continuam a fluir entre os dois países. Clique aqui para ver mais.

O mercado público mais antigo do Canadá fica em Saint John

A cidade tinha inúmeros mercados ao ar livre quando este edifício foi concluído em 1876. Contudo, houve um grande incêndio em 1877, mas felizmente o prédio (com seu impressionante teto de raio curvo) saiu ileso. O toque de um sino marca o início e o fim do dia das compras. Vale muito visitar.

Saiba mais clicando aqui. 

Na cidade de “Meductic” opera uma das primeiras e mais famosas fábricas de pratos de bateria do mundo

A Sabian é uma das primeiras fábricas de pratos da América do Norte. Foi fundada em 1981 por Robert Zildjian, aliás, um dos grandes nomes do mundo na fabricação de pratos. Hoje é inegavelmente referência mundial: músicos em mais de 80 países tocam pratos feitos em New Brunswick. A fábrica funciona em Meductic, uma minúscula mas sobretudo conhecida cidade de apenas 250 habitantes. 

Os bateristas de Eric Clapton, Phil Collins e Billy Joel, bem como os percussionistas das Orquestas Sinfônicas Filarmônicas de Boston, Filadélfia, Los Angeles, Cleveland e New York, são exemplo disso. Veja mais 

1 thought on “Pontes, batatas e fatos curiosos sobre a província de New Brunswick

  1. Não conhecia nenhuma dessas curiosidades. Fiquei tentada em ver o 1,5km de quedas d’água e também as pontes cobertas. Já avisei o marido que quero fazer uma longa viagem pelo leste canadense assim que possível. Tomara que possamos passar por Bathrust 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *