Navigate / search

É tempo de pedalar

Há um ano, quando cheguei no Canadá, minha primeira aquisição foi uma bicicleta. Esses dias  encontrei a nota fiscal perdida entre documentos. Foi uma super oferta do Canadian Tire,  loja que você encontra em todas províncias e vende de tudo um pouco com excelente preço.

Ciclistas pelas avenidas de Kingston, ON
Ciclistas pelas avenidas de Kingston, ON

Comprei por impulso pelo simples motivo que pedalar no Canadá é uma delícia. Aqui você está longe de driblar o trânsito e correr riscos.  O único perigo talvez seja você mesmo. Assim,  nada melhor que trocar o carro pela bike até meados de dezembro. Depois,  só alguns corajosos se arriscam pelas ruas escorregadias com o pneu certo.

Os canadenses pedalam para o trabalho com o maior prazer. Além de econômico, quem tem a oportunidade de se locomover curtindo a brisa e pensando na morte da cabrita pode liquidar com o stress . E eu acho os que os canadenses são realmente pouco estressados. Em Kingston, na província de Ontário, existem diversos circuitos com ótima sinalização. A cidade investe nisso e já foi reconhecida, em 2012, como uma cidade “Bike  friendly”, segundo a “Share the Road”, instituição criada para ajudar as cidades a se tornarem mais adeptas e preparadas para receber as bicicletas. Lembro que quando fiz o teste para tirar a carteira de motorista respondi várias questões sobre o assunto na prova escrita. Na prova prática foi a mesma coisa.

Boa estradas para treinar é o que não falta.
Boa estradas para treinar é o que não falta.

A cidade inclusive disponibiliza na Internet um mapa com todas áreas para se pedalar e os níveis de “conforto” das trilhas ou percursos asfaltados.  É só conferir no http://www.trails-at-a-glance.ca . Já para quem leva o ciclismo a sério, boas pistas e estradas com piso perfeito é o que não falta. Da janela do meu apartamento vejo com frequência passarem os “pelotões” de ciclistas  em treino, geralmente de manhã cedo e no fim do dia.Já quanto às regras vigentes  –  a orientação serve para toda a província e exige, entre outros, uso obrigatório de capacete abaixo de 18 anos de idade (multa de 60 dólares) e respeito a sinalização e marcações no asfalto. As crianças que acompanham nas cadeirinhas também precisam usar capacete. Até hoje nunca presenciei acidentes, mas vejo que os ciclistas são mais ponderados e sinalizam de fato. Ninguém atravessará na sua frente sem antes movimentar o braço mostrando o lado que irá na entrar.

Outro ponto interessante é a segurança. Já escutei sobre roubos de bicicletas que estavam presas em postes , mas nunca de assaltos a mão armada. Há poucos dias vi um atleta deixando a bicicleta de carbono, que deveria custar uns dez mil dólares, na frente de uma cafeteria enquanto  comprava algo.  Confesso que – como boa brasileira –  por mais que tenha que me acostumar com toda essa tranquilidade,  continuo caminhando agarrada na minha bolsa  e colocando o cadeado na bike. Um dia eu chego lá.

Segurança e muito verde no verão canadense
Segurança e muito verde no verão canadense
Apesar dos capacetes serem obrigatórios apenas para menores de 18 anos, a maioria dos ciclistas não deixa de usar.
Apesar dos capacetes serem obrigatórios apenas para menores de 18 anos, a maioria dos ciclistas não deixa de usar.
Sinalização em dia
Sinalização em dia

 

Leave a comment

name*

email* (not published)

website