Do Rio de Janeiro para New Brunswick: Confira a história da família Faleiro em terras canadenses
Eles trocaram as praias cariocas pela vida numa cidade com pouco mais de 17 mil habitantes chamada Miramichi (NB). Uma mudança e tanto para a família “Faleiro” que chegou há um mês para iniciar o seu #projetocanada.

O caminho é longo mas “quando o sonho começa a se tornar realidade tudo fica mais fácil” assegura Railane. Ela veio com visto de estudo e pretende, se tudo der certo, ficar de vez. O lugar não importa desde que permaneça em terras canadenses.

Aliás, esse é um ponto muito importante para quem pensa em emigrar do Brasil para o Canadá. Aqui você vai onde a oportunidade está. 

A vida pode muito bem começar em New Brunswick e continuar na Colúmbia Britânica. E essa mobilidade é que faz a roda girar num país tão multicultural e cheio de diferenças. O importante é começar.

Confira abaixo a história de mais um #projetocanada na costa Leste !

 
Canadiando: A formação e experiência de vocês é bem diversificada, certo ?
Railane Faleiro: Sim ! Sou formada em Letras (Português/Inglês/Literatura), pós-graduada em Língua Inglesa e estava na metade da faculdade de Administração. Trabalhava na área de finanças na IBM, no Rio de Janeiro. Já fui professora, mas lecionar não é pra mim. Também atuei como tradutora de patentes, que é uma área bem mais interessante. 
 
Meu marido, o Junior, é engenheiro mecânico, mas trabalhava com solda elétrica e no setor administrativo de uma empresa do ramo de montagem e manutenção de equipamentos eletromecânicos. Ele também é formado em matemática e tem bom conhecimento de informática.

Canadiando:  E toda a família veio para o Canadá ? 
Railane Faleiro: Sim. Nós dois e o meu filho de 12 anos. Também trouxemos nossos dois filhotes peludos:  Milu (Pug) de 1 ano e 11 meses e a Lara (Rottweiler) com cinco.



Canadiando: Foi fácil trazer os bichinhos ?
Railane Faleiro:  Trouxemos as duas junto, no mesmo voo. A Lara foi despachada e a Milú (pug) veio na cabine. É bem como manda a cia aérea. Os passos são fáceis de serem seguidos. O emocional (tanto do dono quanto o do animal) é que fica abalado. Eu fiquei muito preocupada quando despachei a maior, mas no fim deu tudo certo. 

Canadiando: Por que você escolheu New Brunswick ?
Railane Faleiro: Prestamos atenção nesta província primeiramente pelo baixo custo de vida. Além disso, por ser um local menos badalado, porém, com mais chances. O baixo índice de violência também foi algo que pesou na nossa avaliação.

Canadiando: Qual a primeira impressão na chegada ? Estão gostando da cidade ?
Railane Faleiro:
Eu estou amando. O pessoal é muito educado, gentil e preocupado em ajudar. O meu vizinho falou que  se precisarmos de roupas de frio, eles têm de sobra. A professora do College mandou um email acalmando todos os alunos antes da primeira prova, além de fazer uma revisão por e-mail com exemplos reais.

Esse tipo de coisa faz muita diferença. Existe a  preocupação com o próximo, muita consideração. Eu acho isso lindo.

A cidade é pequena, mas é charmosa e muito calma. Não ouço ruídos externos, só de esquilos e pássaros. Outra coisa: o pessoal leva muito a sério a questão de doenças mentais e psicológicas, tem panfleto até nos banheiros sobre o assunto. 
Minha única frustração foi com o chocolate Kit Kat, que no Brasil muito melhor ! De resto, Miramichi é só amor.

 
Canadiando: E o College ? Você vem estudar no NBCC (New Brunswick Community College), certo ?
Railane Faleiro: Exatamente. Muito bom, outro nível. O ensino é de altíssima qualidade e os professores são excelentes. É bem pesado, tem muitas tarefas e prova todas as semanas. Tem que estudar, senão não passa mesmo. As pessoas do college são bem receptivas, acho que já tivemos uns cinco almoços de boas vindas.

Canadiando: Qual o motivo que despertou em vocês o Projeto Canadá ?
Railane Faleiro: Eu sempre fui apaixonada pelo País e já pensava em morar no exterior. Todas as histórias, leituras e relatos só me deixaram com mais vontade de morar no Canadá. Acredito que essa vontade de viver fora tem que ser algo bem estruturado dentro de você, e parece que já nasceu dentro de mim pois nunca me identifiquei com o Brasil.

Canadiando: E qual é seu planejamento para ficar de vez ?
Railane Faleiro: Eu vou inicialmente estudar na NBCC (full-time) e posso trabalhar 20 horas por semana. O meu marido também pretende trabalhar. Depois vamos esperar as oportunidades que surgirão no caminho. 

 Canadiando: O que foi mais difícil deixar para trás?
Railane Faleiro: Meu pai, minha irmã e os amigos. As pessoas são muito importantes em minha vida, mas consigo lidar muito bem com a distância. O Junior vai deixar a mãe e a avó.  Ele também é desapegado, mas no fundo vai morrer de saudades que eu sei.

Canadiando: Para qual província você não iria ? 
Railane Faleiro: Não excluímos nenhuma, tudo é válido dependendo do momento.

Canadiando: Qual a sua principal fonte de pesquisa sobre o Canadá ?
Railane Faleiro: Blogs, Youtube, Facebook, sites da província, das cidade e do governo canadense.

Canadiando: Usou o serviço de um consultor ? 
Railane Faleiro: Não. 

“Não me importo em dar alguns passos para trás se a minha vida no Canadá for tranquila. Viemos em busca de sossego e muita paz”.

Canadiando: Como você imagina a sua nova vida por aqui ?
Railane Faleiro: Sem preocupação com a violência, com diversas coisas novas para aprender e muita vontade de batalhar para tudo dar certo.

Canadiando: Qual era o seu maior medo em emigrar do Brasil ?
Railane Faleiro: Medo? Nenhum. Só muita ansiedade. Já nasci pronta pra morar no Canadá. 
 
Canadiando: Qual seu conselho para quem está iniciando o seu Projeto Canadá ? 
Railane Faleiro: Estude o site do governo. Estude com vontade. Pesquise bem as províncias, leia muito e se informe. Mesmo se a pessoa escolher fazer o processo com consultoria, ela vai saber exatamente tudo o que está sendo feito. Informação nunca é demais. E guarde dinheiro. A vida aqui não é barata para quem está começando.

O Projeto Canadá visa contar as que conta as histórias dos futuros imigrantes de língua portuguesa que estão planejando o melhor caminho para  recomeçar a vida na América do Norte. A cada semana uma nova matéria está no ar !  

🎯 Se você pretende vir para o Canadá, está com tudo planejado e quer dividir a sua 

história e inspirar muitas pessoas com o seu projeto –  mande uma mensagem pela nossa página do Facebook 
Porque a odisséia começa bem antes de pisar em terras canadenses. 🍁

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »