Em Kingston, onde moro, temos a orla do lago Ontário, um dos cinco grandes lagos da América do Norte, mas o menor em tamanho. São 311 quilômetros de comprimento e 85 de largura de águas cristalinas, limpíssimas e sempre geladas. No verão é possível arriscar um mergulho nas diversas praias – sim, canadenses curtem suas praias de “lago”. Quem não tem cão caça com gato e quando o sol está a pino é sempre dia de festa.

Nas últimas semanas do inverno os lagos descongelam e as placas flutuam até derrete um visual incrível. Após uma temporada pesada ainda temos muito gelo viajando conforme a direção do vento. É um quebra-cabeça que leva o frio embora e serve de descanso para as aves, além, é claro, de atrapalhar os barcos pequenos que já começam a aparecer.

Daqui é possível pegar um ferry boat até a Wolfe Island, que é a maior das ilhas na região e divide o Lago Ontario e o Rio São Lourenço (St. Lawrence River) na fronteira  sul com os Estados Unidos. A travessia é de graça e leva em torno de 20 minutos, um passeio divertido a qualquer época do ano.  O ferry leva até 55 carros e 330 passageiros por viagem. Se quiser visitar o país vizinho você só precisa atravessar os 10 quilômetros de ilha e pegar o Horne’s Ferry até Cape Vincent.

A ilha é pequenina, organizada com grandes áreas de criação de gado, plantações de milho e as ” fazendas de vento” com seus gigantes aerogeradores de energia eólica.  Apostei na travessia durante esta Páscoa e valeu o passeio – com sol, gelo e amigos queridos. Nada melhor para fechar o feriado.

Wolfe Island - KIngston/ON
Wolfe Island – KIngston/ON

 

Ferry Boat - Wolfe Island
Ferry Boat – Wolfe Island

 

IMG_0436
Lago Ontário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »